Centrais sindicais lançam nota conjunta sobre negociação do Piso Regional

Voltar

21 de janeiro de 2014

centraisCom a presença do Presidente da Força Sindical RJ, Francisco Dal Prá, e do presidente do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Geração de Renda do Rio de Janeiro (CETERJ) e vice- presidente para Políticas Públicas da Força Sindical RJ, Marco Antonio Lagos de Vasconcellos, o Marquinho da Força, a Bancada dos Trabalhadores do CETERJ reuniu-se, no início de janeiro, com o líder do governo na ALERJ, deputado André Corrêa (PSD), para discutir o novo piso salarial regional. Em função disso, as centrais sindicais do Rio de Janeiro acabam de divulgar nota conjunta sobre o encontro.

Leia a íntegra do documento:

NOTA CONJUNTA DAS CENTRAIS SINDICAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

A BANCADA DOS TRABALHADORES DO CONSELHO ESTADUAL DO TRABALHO, EMPREGO E GERAÇÃO DE RENDA DO RIO DE JANEIRO (CETERJ), formada pelos representantes das centrais sindicais acima indicadas, atendendo a convite do Secretário Estadual do Trabalho, Emprego e Geração de Renda Sérgio Romay, reuniu-se no último dia 08 de janeiro com o Deputado Estadual  e líder do Governo na ALERJ, André Corrêa (PSD), para discussão da proposta dos trabalhadores sobre  os novos Pisos Salariais do Estado do Rio de Janeiro para vigorar a partir do mês de janeiro de 2014.

As CENTRAIS SINDICAIS ouviram atentamente as sugestões e ponderações do líder do Governo, em especial  a garantia  que se depender da Liderança do Governo, o reajuste do Estado do Rio de Janeiro será maior que o reajuste do salário mínimo nacional e que levará a proposta dos trabalhadores ao Governador do Estado.

Não foi firmado ou assumido qualquer compromisso pela Bancada dos Trabalhadores na referida reunião, sendo ratificado pelas CENTRAIS SINDICAIS a proposta do reajuste de 15,78% sobre os pisos salariais, a redução das faixas salariais de nove para cinco e a vigência do reajuste a partir de janeiro de 2014.

As CENTRAIS SINDICAIS, em nome dos sindicatos e trabalhadores por elas representados, confiam na sensibilidade do Governador do Estado do Rio de Janeiro e na atuação dos  representantes do Poder Legislativo na defesa da proposta apresentada pela Bancada dos Trabalhadores, destacando que a data base de janeiro de 2014 foi objeto de consenso com a Bancada dos Empresários no CETERJ.

Participaram da reunião os representantes dos trabalhadores no CETERJ  Ronaldo Leite (CTB), José Juvino da Silva Filho (CGTB),  Indalécio Wanderley Silva (CUT-RJ), Marcos Antonio Lagos Vasconcellos (Força Sindical), Luiz Edmundo Quintanilha de Barros (NCST-RJ) e Cláudio Fernandes Rocha (UGT), além dos companheiros  Paulo Jager (DIEESE) , Francisco Dal Prá (Força Sindical) e o Secretário do Trabalho e Renda Sérgio Romay.

Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 2014.

BANCADA DOS TRABALHADORES DO CETERJ

Ronaldo Leite (CTB)  –  José Juvino da Silva Filho (CGTB) -

Indalécio Wanderley Silva (CUT-RJ) – Marcos Antonio Lagos Vasconcellos (Força Sindical) -

Luiz Edmundo Quintanilha de Barros (NCST-RJ) –  Cláudio Fernandes Rocha (UGT).

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar